Maridos de aluguel: a crise cria oportunidades

electricians-in-derby-2

O país atravessa uma das piores crises política e econômica e o desemprego, que só aumentou, que hoje é de 11,2%. Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua até abril eram 11,44 milhões de desempregados.

 

Muitos brasileiros optam por trabalhar por conta própria e abrem suas próprias empresas de diferentes ramos. Um dos setores que mais cresce é de serviços gerais em residências, ou mais conhecidos como maridos de aluguel. Este tipo de empresa pode ser de apenas uma pessoa ou contar com uma equipe que forneça pintura, pequenas reformas, encanador, eletricista, manutenção em imóveis, entre outros serviços.

 

Este tipo de empresa visa auxiliar pessoas com a vida corrida e de pouco conhecimento técnico que precisam e alguém para fazer alguma manutenção na residência. O que antes era um vizinho, um parente ou um amigo que trabalhava na área hidráulica, elétrica, ou possuía um conhecimento em reformas, pinturas, hoje se transformaram em empresas que atendem de forma diferenciada e exclusiva, ganhando cada vez mais clientes.

 

O investimento para esse tipo de negócio, geralmente vem do FGTS e do Seguro de Desemprego, adquirindo maquinários para desenvolver este tipo de trabalho como uma furadeira, materiais de pintura, máquinas de desentupimento, ferramentas, entre outras. O investimento não é muito alto, o que facilita as pessoas entrarem no ramo de “maridos de aluguel”.

 

O público alvo deste tipo de serviço está crescendo cada vez mais, são pessoas que moram sozinhas, recém-casados ou união estável, geralmente ambos precisam trabalhar. Os serviços vão do mais simples até aqueles que precisam de pessoas especializadas e com ferramentas adequadas como máquinas de desentupimento para que não prejudique o sistema hidráulico da casa, como muitas soluções caseiras fazem.

 

Você encontrará até demandas de pessoas que tentaram se aventurar nas reformas ou tentaram resolver o problema de maneira caseira, mas acabaram prejudicando alguma parte da estrutura.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *